Dicas de Bariloche / Bariloche Tips / Bariloche Conseils / Consejos de Bariloche




mapa de Bariloche









Mundi - Compare Preços de Passagens Aéreas e Hoteis

Pesquise Preços





Bariloche está localizada na Província do Río Negro, junto à Cordilheira dos Andes, na fronteira com o Chile. Está rodeada por lagos (como o famoso Nahuel Huapi) e montanhas como Cerro Catedral (movimentada estação de esqui) e Cerro Tronador (na fronteira com o Chile).
San Carlos de Bariloche, na minha modesta opinião, é um dos lugares mais bonitos que já conheci, comparado sem dúvida ao encantos, a beleza, do Rio de Janeiro.
Na época da alta estação, de maior movimento da cidade, é no inverno onde milhares de pessoas vão para a cidade curtir o frio e esquiar.
Uma determinada agência de turismo brasileira, chega a levar para Bariloche no inverno aproximadamente 60.000 brasileiros. Os Argentinos residentes na cidade chamam de “Brasiloche” nos meses de junho, julho e agosto.
No meu caso específico viajo sempre sem nenhum vínculo de agências, fico independente....

Hoje em dia com a internet você pesquisa os melhores lugares para conhecer, compra a passagem de avião e faz a reserva de hotel literalmente sem sair de casa!
Na alta temporada empresas como a GOL e a TAM fazem voos diretos, em outras ocasiões é via Buenos Aires.
Outras empresas que fazem são a Aerolineas Argentinas e a LAM (empresa chilena).

A beleza de Bariloche não está apenas no inverno, na primavera ela também é lindíssima!
Para os amantes de fotografia (como eu!)  a primavera e o início do verão são épocas excelentes para registrar Bariloche!
A cidade fica toda florida e com os picos das montanhas com neve, muito bonito!
Fiquei na cidade por 8 dias, final da primavera e início do verão, e dei a sorte de pegar todas as estações climáticas do ano!
A maior sorte foi curtir um dia de inverno na cidade. Fui ao Cerro Catedral de manhã e na madrugada anterior ocorreu um dia atípico para a época do ano, nevou intensamente!
Peguei neve na altura do joelho, foi maravilhoso! 

Você irá encontrar várias lojas de chocolates e sorvetes pela cidade, cada um mais gostoso que o outro!
A melhor sem dúvida, pelo espaço, qualidade e variedade não tem igual: Rapa Nui
É uma loja formidável com variedades de chocolates, sorvetes, café, almoço, lanche, sucos, wi fi,... além da inquestionável  beleza e conforto!
O sorvete chega a ser ”imoral”, o atendente literalmente soca em um copo até não caber mais nada!

Site:  www.chocolatesrapanui.com.ar

Ao lado do Rapa Nui (inclusive com ligação interna entre eles) você encontrará o Shop Gallery, o duty-free de Bariloche, lembrando ao dos aeroportos.


Previsão do tempo em Bariloche


 
Tempo em Bariloche








Informações turísticas:


Centro Cívico:
tiram qualquer dúvida ao turista e fornecem mapas da cidade.
Ele foi construído em 1930, a sua construção foi inspirada nos primeiros colonos de Bariloche - suíços e alemães.
Bariloche é uma cidade bem estruturada para o turismo, com muitos hotéis e restaurantes no centro. Os locais mais atraentes ficam a margem do Lago Nahuel Huapi. 
Ela é uma cidade fácil de circular, a rua principal é a Calle Mitre que vai até ao Centro Cívico.
O Hotel LLao LLao é o mais famoso do país e tem uma localização espetacular.
O preço da diária vai de em U$300,00/diária ( dólares) para o quarto mais simples a U$3.000,00/dia para as grandes suítes.
Para os maiores interessados, que não sou eu :) , entrar em contato pelo site: www.llaollao.com



 

Agências de turismo em Bariloche: 


Alto Travel 

site: www.altotravel.com.ar  


Quilaro Patagonia 

site: www.quilaropatagonia.com.ar  


Estepa Patagonia   

site: www.estepa-patagonica.com  


Limay Tracel   

site: www.limaytravel.com.ar   


Tripto Patagonia Travel   

site: www.triptopatagonia.travel   


Bioceanica Turismo   

site: www.bioceanicaturismo.com.ar   


Turisur  

site: www.turisur.com.ar    


Patagonia Inhóspita – turismo de aventura   

site: www.patagoniainhospita.com    


Catedral Alta Patagonia - Centro de Ski   

site: www.catedralaltapatagonia.com   


Inter Patagonia - Centro de Ski   

site: www.interpatagonia.com  





Aeroporto:


Fica muito próximo,13 km do centro da cidade.
Além do táxi do aeroporto, você também tem a opção de um ônibus especial que sai durante todo o dia.

Dica:
Dentro da própria Argentina, entre as cidades, não é permitido ingressar com frutas e verduras.
Informei-me o motivo alegado e eles tem razão! Determinadas pragas, bactérias que não se propagam em uma cidade devido à temperatura local, umidade,...  em outras podem causar um grande dano na vegetação local!


 

 

Câmbio:


Existem várias casas de câmbio na cidade. 

O Banco de La Nacion Argentina você facilmente encontrará na rua principal de Bariloche.

OBS: As casas de câmbio estão bem próximas ao Banco, na mesma rua.

Dica: Aconselho levar para a Argentina dólar, pois o câmbio é praticamente o mesmo em todas as casas e apresenta pouca diferença em relação ao Banco de La Nacion, infelizmente o mesmo não posso dizer em relação ao real. Não só para a Argentina, também é uma dica para toda a América do Sul.

Endereço do Banco de La Nacion: Rua Mitre n°180, Centro  - 2ª rua paralela ao Lago Nahuel Huapi. 

Obs:
Mesma rua dos chocolates Rapa Nui. 


Banco Patagonia -
muito conhecido na Argentina - também faz câmbio.  

Endereço:
Rua Moreno nº127 - paralela a R. Mitre.  


Cambio Sudamérica  

Endereço:
R. Mitre nº63







Fotografias de paisagens / Fotos do mundo






















Pontos turísticos:


Na cidade encontramos o lindo Lago Nahuel Huapi, a cor da água é um azul lindíssimo com o complemento das montanhas com neve nos picos (primavera).
A Catedral de Bariloche é muito bonita, construída nos moldes europeus. Ela fica dentro da cidade próximo ao lago.
Erguida em 1946, da Nossa Senhora do Nahuel Huapi, é a principal igreja católica da cidade.
 
 


 
Clicar: Fotos de Bariloche






Circuito Chico: 


Passeio ideal para o 1° dia, é um tour pela cidade e arredores com paradas para fotografias, leva de 3:00H/4:00H, com percurso de 60km. As agências fazem na parte da manhã e a tarde.
Ele vai do centro até ao Hotel Llao Llao. Boa parte do caminho acompanha o lago Nahuel Huapi, passa pelo Cerro Otto e pelo Cerro Campanario.


Circuito Grande:


 Leva um dia de passeio, são mais de 240 km, vai de Bariloche a Villa La Angostura passando pelo lago Traful. Ele é feito por Van que segue pela RN 40 em direção norte. Esse trecho, de rara beleza, é conhecido como Valle Encantado.



 

Clicar: Fotos do Valle Encantado





 

Cerro Otto:


Está localizado a apenas 5 km do centro da cidade de Bariloche. Você encontrará o teleférico com
gôndolas panorâmicas (tipo bondinhos do Pão de Açúcar) onde cabem quatro pessoas, totalmente fechadas, que nos leva a apreciar a magnífica paisagem protegidos da chuva, vento ou neve. Lá em cima há um restaurante giratório e um pequeno museu com esculturas idênticas, inclusive no tamanho, das originais encontradas em museus da Itália. Neste mesmo local também está instalada a discoteca Otto House Music, bastante frequentada pelo público jovem que visita a cidade.

Como chegar: Sai do Centro Cívico de hora em hora, é vendido a passagem casada (ônibus e teleférico).
 Você poderá também pagar no quiosque do próprio Cerro Otto (localizado na calçada) com o funcionário na Rua Mitre número 183 e ali mesmo esperar o ônibus.

Ida: 10:00H às 17:30H

Volta: 11:15H às 19:15H
 

Site:  www.telefericobariloche.com.ar

 



Clicar: Fotos do Cerro Otto - Bariloche


 
 

Cerro Catedral: 


Cerro Catedral é uma montanha situada a 25 quilômetros do centro de San Carlos de Bariloche, dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, é muito procurado no inverno pelos adeptos ao esqui.

Inaugurada nos anos 30, é a mais antiga e tradicional estação de esqui da América do Sul. 
Cerro Catedral, com desnível de 970 metros, possui 50 pistas que somam 67 km de extensão. 30% das pistas são recomendadas para principiantes, 45% para intermediários e 25% para experts.

Temporada de esqui: junho a outubro.

Como chegar: Pegar o ônibus sinalizado como “Catedral” que sai do terminal.

Outra opção é pegar o ônibus n° 20 na Rua Perito Moreno n° 470 (com a Palacios) a cada 45 min. - após 35min.de percurso ele chega a base do Cerro Catedral, onde você embarcará no teleférico.

 


Clicar: Fotos do Cerro Catedral - Bariloche

 



 

Cerro Campanário:


 
Com altitude de 1.050metros, ele oferece uma esplêndida vista panorâmica do lago rodeado por montanhas. A vista é maravilhosa, considerada a mais bonita de Bariloche!
Foi eleita pela National Geographic como uma das 8 vistas mais bonitas do mundo!
O acesso ao teleférico é de cadeirinhas com lugar para duas pessoas. Lá no alto do Cerro é possível avistar a divisa com o Chile.
Aproveite e beba um café ou chocolate quente ou mesmo uma geladíssima cerveja da patagônia no bar e aprecie a vista!!!

 
Como Chegar: Pegue o ônibus da linha 20 no Terminal Rodoviário de Bariloche ou na Rua Rolando esquina com a Rua Moreno - ele irá até a base do Cerro.


 
Clicar: Fotos do Cerro Campanário - Bariloche






Cerro Tronador:


O Cerro Tronador é o mais alto da região, alcançando 3.478 metros de altitude. 
 É necessário um dia inteiro para conhecê-lo.
É o passeio feito apenas no período de primavera/verão, pois durante o inverno o acesso costuma ser fechado ao público pelo excesso de neve ou mesmo por algum deslizamento.
O passeio até a base do Cerro Tronador, que fica dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, é de aproximadamente 90 quilômetros de Bariloche.
A montanha de gelo eterno, que fica no limite entre a Argentina e o Chile, forma diversos glaciais entre eles o Ventisquero Negro, uma das poucas geleiras negras do mundo. O fenômeno acontece pela mistura do gelo com resíduos de rocha vulcânica, e o resultado disso é uma vista impressionante. Os blocos de gelo são tão escuros que parecem pedras. 
Para chegar na base da montanha você irá percorrer vários lagos e rios e caso você queira estender o passeio, existe ali perto a cascata dos Alerces. Durante o verão muitos turistas escalam os picos existentes.
É aconselhável levar casaco, pois é um dos passeios mais frios na região e há probabilidade de nevar mesmo durante os meses mais quentes do ano.

Como Chegar:
Alugue um carro, feche um pacote com agência ou então pegue o ônibus que parte do Club Andino Bariloche (Rua 20 de Febrero esquina com a Rua Juramento) - sai às 9:00H e volta às 17:00H.

 

  

Passeio de van pelo sete Lagosaté San Martín de los Andes (organizado pelas agências de turismo):


Sem dúvida foi o pior passeio turístico que eu já fiz na minha vida! Você literalmente fica dentro de uma van o dia inteiro, só uma breve parada de 15 minutos na Villa La Angostura e no almoço em San Martín de los Andes. São 12:00 horas dentro de um carro socado de pessoas.
Ele percorre a Rodovia dos Sete Lagos na ida e retorna via Paso de Córdoba e Valle Encantado. – Você irá perder um dia na sua viagem!

É possível fazer o roteiro de ônibus, mas a melhor opção é alugar um carro e percorrer o caminho entre Bariloche e San Martín de Los Andes (na ida tem que ter muita paciência pelo estado precário da estrada), passando por Villa La Angostura (85km de Bariloche) – a cidade possui uma boa estrutura, e há vários restaurantes.

Ao longo dos 110 quilômetros que separam Villa La Angostura de San Martín de Los Andes ficam os lagos Nahuel Huapi - o mesmo que banha Bariloche - Espejo, Correntoso, Escondido, Villarino, Falkner, Machónico e Lacar. Geralmente há placas de identificação pelo caminho e nos mirantes, mas às vezes o tamanho dos lagos pode confundir o visitante, que acha que está vendo um quando ainda está passando pelo anterior. Mas nada que uma boa olhada no mapa não resolva. E de qualquer forma, o que vale aqui é a bela vista.

O Roteiro dos Sete Lagos termina na cidade de San Martín de Los Andes.


 

Dica: O ideal é fazer o passeio de barco pelos sete Lagos, é lindíssimo!!! 


 

 Cruce de los Lagos:


A travessia dos Lagos Andinos de barco é outro passeio a partir de Bariloche que merece ser feito na primavera ou verão, quando o frio da Patagônia não é tão intenso. A viagem pode durar até dois dias (dependendo do pacote que você comprar) saindo de Porto Pañuelo (em Bariloche) e chegando até Puerto Varas ou Puerto Montt no Chile. Durante o verão, o passeio de barco dura cerca de 12 horas, passando pelos lagos Frías e Nahuel Huapi, na Argentina, e Llanquihue e Todos los Santos, no Chile. Na parte Argentina, a vista inclui ainda o Cerro Tronador. Já no lado chileno, além dos lagos, o viajante vê de perto as belezas do vulcão Osorno e do Cerro Puntiagudo. Alguns trechos do passeio são feitos de ônibus que cruza a fronteira entre Argentina e Chile pela Cordilheira dos Andes. Depois da chegada ao Chile, por volta das 20h, a volta para Bariloche pode ser feita de ônibus - a viagem dura cerca de seis horas. No inverno, a travessia dos Lagos Andinos é feita, normalmente, em dois dias. É a excursão mais espetacular e também a mais longa e cara que se faz a partir de Bariloche, porém vale à pena!

 

Ilha Vitória






Isla Victoria e
Bosque de Arrayanes:


Partindo de barco do Porto San Carlos (ao lado do Hotel Lao Lao), é um passeio de 40 minutos de navegação pelo Lago Nahuel Huapi até chegar a Ilha Victoria. O percurso é lindíssimo e a Ilha é muito bonita, parecendo ser pintada a mão!


Como Chegar:

Pegar o ônibus da linha 20 no Terminal ou na Rua Rolando esquina com a Rua Moreno. Há ônibus de meia em meia hora aproximadamente saindo de Bariloche.
As agências de turismo fazem o translado hotel/barco/hotel do turista.
Devido a aproximidade com o Centro da cidade, o passeio pelas agências é feito em meio dia, na parte da tarde.






Clicar: Fotos da Isla Victoria e Bosque de Arrayanes - Bariloche







Trem:

Convida a uma viagem através do tempo, a bordo de um trem histórico de 1912 (que funciona normalmente) mantendo suas caraterísticas originais.
Parte pela manhã numa excursão que dura o dia inteiro, partindo da Estação de São Carlos de Bariloche - percorre 40 km.

 Como Chegar:

Av 12 de Octubre encontra-se a estação de trem (Estación del ferrocarril, junto a estação de ônibus) - Tel: 0054 (2944) 42-3858


 
Site:  http://www.trenhistoricoavapor.com.ar




Villa La Angostura:

Villa La Angostura fica no sul da Província de Neuquén, na beira norte do lago Nahuel Huapi, a 780 metros sobre o nível do mar. Está apenas a 45 km do limite com Chile, 85 km de San Carlos de Bariloche e 110 km de San Martin de los Andes, pelo caminho dos 7 Lagos.
Está situada no coração dos lagos do Parque Nacional Nahuel Huapi e é a porta de entrada ao Parque Nacional Arrayanes, onde fica o único bosque de árvores desta espécie no Planeta., maravilhoso!
É uma cidade muito agradável, simpática e com vários bares e restaurantes (como já descrevi anteriormente).

Como chegar: O ideal é alugar um carro (fazer o caminho já descrito) ou ir na Estação Rodoviária de Bariloche onde saem ônibus diariamente.






Clicar: Fotos da Villa la Angostura - Argentina



 
 

San Martín de Los Andes:


Já está sendo considerada a nova Bariloche.
A 195 quilômetros de Bariloche, a cidade fica a beira do Lago Lacar e conta com a estação de esqui de Chapelco, o que tem atraído turistas interessados em fugir da agitação do Cerro Catedral. O fato de ser menor garante um pouco mais de tranquilidade para quem decide se hospedar por lá, mas isso não significa que ofereça menos opções. Pelo contrário, de olho no aumento da procura, a prefeitura começou uma campanha entre os moradores para que os turistas sejam sempre bem tratados, até as chocolaterias mais famosas de Bariloche já abriram filiais na cidade.

Existe um restaurante muito bom, serve uma comida típica argentina, com certeza você irá gostar!  Restaurante La Porfiada - Endereço: Rua Elordi nº 769, fica bem em frente a praça principal da cidade. Ela tem duas filiais na Villa La Angostura, mais detalhes ver no site http://www.parrillalaporfiada.com.ar

Como chegar a San Martín de Los Andes: Fazer o mesmo percurso de carro em direção a Villa La Angostura e seguir a diante ou pegar um ônibus na Estação Rodoviária de Bariloche.






 
Clicar: Fotos de San Martín de los Andes - Argentina




 
 

 
Distâncias de Bariloche a:
 

Buenos Aires

1627 km

Neuquén

430 km

San Martin de los Andes (por Sete Lagos)

195 km

San Martin de los Andes (por Paso Córdoba)

158 km

San Martin de los Andes (por Collón Cura)

260 km

El Bolsón

131 km

Villa la Angostura

85 km

Esquel

300 km

Osorno (Chile)

250 km

Puerto Montt (Chile)

390 km

 

  
 
Distância de Bariloche aos pontos turísticos:



Aeroporto

13 km

Cerro Otto

5 km

Cerro Catedral

19 km

Llao Llao

25 km

Lago Gutiérrez (Villa Los Coihues)

14 km

Lago Marcardi (Villa Mascardi)

33 km

Lago Mascardi (Los Rápidos)

45 km

Cascada Los Alerces

63 km

Cerro Tronador

90 km

Circuito Chico

60 km

Circuito grande

240 km

Paraje El Manso

100 km




 
free counters




 
   
   
 
  Site Map